5 de jan de 2011

Hipoglicemia e outros fantasmas

Se tem uma coisa que de fato eu tenho muito medo nessa estória toda é da tal da hipoglicemia. A gente lê uma coisa aqui, escuta uma outra acolá e esse fantasma só cresce na nossa mente.
A Rafaela desde que começou com a insulina basal (um pouco antes do natal) tem estado com a glicemia bem controlada, tanto que nem tenho mais feito a insulina ultra-rápida. Só que na checagem do almoço ela sempre faz uma hipozinha na faixa dos 60 ou 50. Ontem ela fez 51. E o que me deixa mais temerosa é que é completamente assintomática. Não percebo nenhuma alteração de comportamento, de sudorese, de nadaaaa. Não é para ficar aflita? Na nossa primeira consulta a endo-pediatra disse que com o tempo só de bater o olho eu já saberia quando ela estaria com uma hiper ou com uma hipo. Será que esse dia demora muito? ou será que nunca vai chegar? Sei que a hipoglicemia pode aparecer de formas diferentes, como choro fácil, agressividade, tristeza sem motivo, ficar um pouco desligado, com olhar perdido mas ainda não consegui notar nada nela.

Assim que o diagnóstico saiu, a nutricionista adormecida há 7 anos dentro de mim acordou na hora. Bem caxias, tenho que admitir mas estava em estado de choque, de pavor, de confusão, de tristeza absoluta, tratar pacientes é uma coisa, tratar seu próprio filho é uma outra completamente diferente, indescritível, ninguém é profissional para seu filho, todos são pais, são mães. Mas algo deveria ser feito de imediato. Foi tão punk que a glicemia caiu a tal ponto que a médica alterou a conduta: suspendeu a insulina basal lantus e manteve apenas a ultra-rápida novorapid para correção nos casos de glicemia maior ou igual a 200 no desjejum/almoço/jantar/ceia. Manteve-se alguns dias assim até que começou a fazer uns picos hiperglicêmicos que é óbvio que eu tentei a todo custo correlacionar a alguma coisa e o fantasma da vez foi um bolinho diet que comprei no mundo verde. As 2x que ela comeu fez hiper. Ha! Nem preciso dizer que nunca mais comprei, né? Mas ela continou fazendo picos geralmente no jantar, daí culpei um pudim diet. Bem, o fato é que a médica começou com a lantus 3U de manhã e no natal aumentou para 4U. Desde então só fiz a ultra-rápida na ceia de natal que ela tava com 250 e um outro dia, depois nunca mais. A glicemia não tem passado de 120 mas tem a tal da fase de lua de mel, né? torço para que dure uns 10 anos!!!
E voltando ao temido fantasma da hipo. Como só vejo quando faço checagem (assintomática, lembra?) e como só faço checagem pré-prandial, nunca dou nada além da própria alimentação daquela refeição mas quando é o caso de estar muito baixa começo dando o suco ou a fruta.

E o que é hipoglicemia mesmo?
Hipoglicemia é um estado que ocorre quando a taxa de glicose no sangue diminui para valores abaixo de 70mg/dl provocando no organismo uma situação de estresse, exigindo tratamento urgente. A glicemia pode diminuir quando a insulina, refeições e atividade física não tiverem equilibradas.

Pode ocorrer se a criança:
  • Não consumir uma quantidade de alimentos adequada;
  • Não realizar refeições no horário certo;
  • Realizar muita atividade física;
  • Tiver vômito ou diarréia;
  • Aplicar uma dose maior de insulina do que a dose prescrita.
Ahhh eu acho que pode acontecer mesmo quando você faz tudo certo (mamães mais experientes, tô errada?)


O baixo nível de açúcar no sangue pode ocasionar:
  • Suor frio e intenso (pele fria e úmida);
  • sonolência e cansaço;
  • dor de cabeça;
  • inquietação durante o sono noturno;
  • tremores;
  • fome súbita;
  • dormência nos lábios e língua;
  • taquicardia;
  • tonturas ou falta de coordenação motora;
  • Instabilidade ou estado de confusão;
  • perda da consciência;
  • convulsão.
O que fazer:
Ofereça um suco de laranja, água com açucar, um refrigerante não diet, 1 copo de leite, uma bala, um tablete de glicose, 1 colher de mel

Recomendações de ingestão de Carboidratos no caso de hipoglicemia (ADA)

Em geral, cada 5 gramas de carboidrato eleva a glicose no sangue cerca de 15 mg / dl. Após o tratamento, a sua meta de glicose no sangue é aproximadamente 120 mg / dl. Você precisa descobrir o quanto de 5 gramas de carboidratos eleva o seu nível de glicose no sangue.

Se sua glicemia está:
Você deve ingerir esta quantidade de CHO
Abaixo de 40 mg/dl
30g
40 a 50 mg/dl
25g
51-60 mg/dl
20g
61 a 70 mg/dl
15g


Tá!!!! Agora vamos para a realidade nua e crua! Pode ser que você não consiga dar 30g de CHO em uma glicemia abaixo de 40 porque a pessoa está inconsciente. Para isso temos a injeção de glucagon. Um SOS. Mesmo com a pessoa ainda consciente, ela pode estar confusa ou com o maxilar trancado, tudo deve ser analisado na hora. Deve-se ter muito cuidado com balas nessas horas.
E lembre-se: o açúcar quanto mais simples é absorvido mais rápido, oferecendo uma resposta mais rápida porém de efeito também mais passageiro, devendo talvez depois ser oferecido outro alimento.

E quais são os seus fantasmas?

13 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Tania, Os anos passam, a experiência aumenta, mas o medo de hipoglicemia não vai sumir nunca!!! O que acontece com o tempo é o jeito de vc lidar com elas... Com o amadurecimento, tudo fica mais fácil, os "fantasmas" se tornam mais conhecidos e amigaveis... Sua médica realmente está certa, daqui a pouquinho vc vai olhar a Rafa e vai saber como ela está, sem ela dizer uma palavra... Não demora muito não...
    Essa nossa vida de mães cuidadoras é muito intensa... Júlia tem apenas 3 anos de diagnóstico, mas a minha sensação é que fiz isso a vida toda!!!!!
    Vc vai ver como daqui a pouco vc já vai estar expert e muito mais tranquila com tudo isso!!!!
    Aproveite essa fase de Lua de Mel (fase que minha Júlia nunca teve)!!!!
    Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  3. Ahh, Carolina, como é bom ler suas palavras... espero de fato que este dia chegue logo: eu olhar para ela e já saber de tudo mas enfim, sei que muitas coisas tenho que ter paciência, só com o tempo, com o aprendizado, afinal tenho ainda apenas 1 mês de diagnóstico... sou um bebê engatinhando rsrs e o que é isso diante dos 3 anos de diagnóstico da Júlia ( e que vc diz "apenas")?
    Hoje estava lendo sobre um artigo na SBD falando sobre avanços que podem ajudar em casos de hipoglicemia: http://migre.me/3rPQy
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Tania,
    Vamos combinar o dia q vc for ao hospital irmos juntas...
    Tenho mais duas amigas, q agente se encontra lá e bom pq agente se conhece troca ideias..rs
    Quanto as hipo's eu ainda tbem fico aflita e sempre meço antes dele dormir, pois tenho medo da madrugada...Pois ele ja teve um coma logo q descobri ficou 7 dias internado.
    Logo log vc estará fera ainda mais trocando ideias com agente.. temos a Carol e a Nicolle q são expert's...rsrs Aprendi muito lendo o blog delas, eu tenho 6 meses de Diabetes, quando tiver algum evento vou te falar.
    Beijossss

    ResponderExcluir
  5. Oi Nildys! Eu devo ir na segunda ou terça pegar fitinhas. Na quinta tenho consulta marcada com a endo-pediatra mas no consultório particular, vou perguntar a ela qdo devo marcar lá no hospital. Adorei a idéia de nos reunirmos!
    Quando ela prescreveu a lantus ela perguntou se eu preferia manhã ou noite e eu disse manhã pois fiquei com medo dela fazer hipo dormindo... nossa, só de pensar me apavoro.
    Tenho aprendido muito tb com a Nicole e a Carolina, são 2 anjos.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Oi Tania,

    Legal sua iniciativa, a troca de informações é essencial no controle da diabetes.
    Sou farmacêutica da Doce Vida e me coloco a sua disposição para o que você precisar.

    Um forte abraço...

    ResponderExcluir
  7. Muito obrigada, Mônica.
    Também tem me ajudado como suporte, nem tenho tido mais tempo de ficar triste :)
    Abs!!

    ResponderExcluir
  8. Olá Tânia, fiquei feliz por estar a seguir o meu blog, vou seguir o seu também.
    O meu filhote foi diagnosticado tb com 5 aninhos, agora já tem 9 anos.
    Você ainda está muito no inicio, com muito para aprender para se tornar mais confiante, pode contar comigo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Muito obrigada, Mafalda. Tenho plena certeza de que mais do que o conhecimento que terei com o tempo, os amigos que farei serão um tesouro nessa estrada da vida com o diabetes. Apareça sempre que quiser. Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Olá, Tânia

    O meu caso é totalmente diferente, normalmente eu percebo a hipo super rápido e olha que só faz um mês que fui diagnosticada. Todas as vezes que achei que era medi e estava certa. Agora eu nem faço a medição todas as vezes, só se estou em dúvida. As minhas hipos são super sintomáticas, começo a suar muito, fico tonta, com uma fome absurda.

    Mas olha que incrivel, minha mãe e meu namorado nunca conseguem perceber. Tenho sempre que falar que não estou bem. Mas eu e eles acreditamos que logo todo mundo vai ficar super esperto.

    E acredito que você também.

    Obrigada pelo recado no meu blog e vamos nos falando, hein!

    Super beijo

    ResponderExcluir
  11. Tania,
    Hoje o proprio Igor sente a mudança no corpo,aparentemente ele também não tinha sintomas, toda vez que ele tinha uma hipo eu pedia pra fechar os olhos e tentar perceber cada centimetro do corpo e sensações estranhas.
    O sinal dele é claro pra mim, tem os labios bem vermelhos, ficam logo palidos numa hipo.
    Tenho alguns textos sobre os produtos diets, nem tudo que é diet é bom, os bolos costumam ter mais gordura do que o normal o que eleva a glicemia a longo prazo.
    Você ja conhece a contagem de carboidratos? para crianças principalmente as menores é muito bom porque dá pra variar bastante o cardapio e manter o controle, no meu ultimo post deixei o link para um manual, o mais completo que ja tive.
    Quanto ao processo para medicamentos,na pagina diabetes e o SUS eu descrevi o processo e deixei endereços, nós ganhamos mas receber não é garantido, por exemplo, este mês ja estão uma semana atrasados.

    beijos e seja bem vinda!

    ResponderExcluir
  12. Olá Luana! Obrigada vc pela visita! Eu acho que só mesmo o tempo! Para eu conhecer mais os sintomas dela e para ela tb maiorzinha aprender a identificar e me falar. Agora somente exercitar a paciência. E acho que o mesmo com sua mãe e namorado pois tb, assim como conosco, só tem 1 mês. Bjs!

    ResponderExcluir
  13. Olá Sarah! Olha para adiantar quero dizer que precisamos nos reunir, eu, vc, Nildys e outras mães e cçs do Rio. Conheço sim a contagem, estou estudando um pouco mais sobre ela. Tenho o manual da SBD e vou comprar uns impressos. E tb estou à procura de bons cursos profissionais mas antes disso estou esperando uma indicação. No início de fevereiro vou levá-la a uma nutricionista que foi minha professora de nutrição materno-infantil ela trabalha no ambulatório da santa casa somente com cçs e gestantes diabéticas foi uma indicação de uma outra professora minha que inclusive fez um prefácio em um livro dela que comprei um manual para pais de cçs diabéticas. Estou buscando me atualizar pois estou desde de 2003 sem clinicar mas a minha especialização era em oncologia eu trabalhava no Hospital Geral de Bonsucesso com pacientes Oncológicos em tratamento de quimioterapia. Conforme for tendo novidade irei colocando aqui para vcs. Acredito que a união faz a força e precisamos fazer um movimento bonito aqui no RJ. Bjs!!!

    ResponderExcluir

 

Doce Princesinha Copyright © 2010